Título e decepção do rebaixamento: relembre o ano do Paysandu

Sábado, 29/12/2018, 16:27:55 - Atualizado em 29/12/2018, 16:56:37

Fiel viu o Papão ser bi da Copa Verde, mas amargou queda para a Série C. (Foto: Fernando Torres / Paysandu)
Fiel viu o Papão ser bi da Copa Verde, mas amargou queda para a Série C. (Foto: Fernando Torres / Paysandu)

O que poderia ser um ano de grandes objetivos se transformou em decepção para a Fiel Bicolor. Apesar do ano ter tido um título para o Paysandu, a temporada 2018 não foi das melhores para o Papão da Curuzu e justamente o Lobo é o tema da Retrospectiva 2018 do DOL.

O Papão entrou na Copa do Brasil na primeira fase para enfrentar o Novo Hamburgo-RS e o time bicolor foi surpreendido e acabou derrotado por 2 a 1 e o pior: o Papão foi eliminado na primeira fase pelo Nóia.

No Campeonato Paraense, o Papão não teve problemas na primeira fase e se classificou em primeiro, mas teve que engolir duas derrotas para o Remo, o que gerou revolta da Fiel. A mesma torcida vibrou com a classificação para a decisão em cima do Bragantino, onde a Curuzu lotada viu Marcão virar herói e Walter “sarrar” o Tubarão.

O Papão sonhava com o tricampeonato paraense, mas parou no rival e perdeu os dois jogos da final. O vice-campeonato foi doloroso para a torcida, que cobrou de atletas, comissão técnica e dirigentes do clube.

A Copa Verde foi uma escape para o Papão. Com uma campanha quase que impecável, o Paysandu foi bicampeão do torneio com o Mangueirão lotado diante do Atlético-ES e o título foi o motivo de festa para a Fiel.

O centro das atenções da torcida era a Série B e o inicio foi o melhor possível: três vitórias seguidas e o G4 da competição, mas o time perdeu o fôlego e caiu de rendimento chegando a oscilar entre o G4 e as 10 primeiras posições na tabela.

 

O Papão teve Dado Cavancalti, Guilherme Santos e João Brigatti, este último teve uma sequência incrível de vitórias fora de casa em cima de Guarani-SP e Figueirense-SC, mas diante da Fiel amargou a derrota para o Atlético-GO e acabou rebaixado para a Série C do Brasileirão após quatro anos na Segundona.

 

Fora de campo, o Paysandu também mudou: Toni Couceiro ficará no cargo até os primeiros dias de janeiro dando lugar a Ricardo Gluck Paul, de 41 anos e tem a missão de montar uma equipe forte para recolocar o Papão em destaque no cenário nacional.

O PAYSANDU EM 2018

Jogos: 61

Vitórias: 23

Empates: 17

Derrotas: 21

Gols Marcados: 81

Gols Sofridos: 75

Copa do Brasil: Eliminado 1ª Fase

Parazão: Vice-campeão

Copa Verde: Campeão

Série B: 17º - Rebaixado

 

A Retrospectiva 2018 do DOL continua neste domingo (30) para destacar o ano do Clube do Remo.

  • E MAIS: Quer comprar material esportivo mais barato? Clique Aqui

(Diego Beckman/DOL)

gamepad

Vista a Camisa 13

Você pode vestir a camisa mais importante do esporte paraense.

Participe

thumb_up

GOL DA RODADA

Vote no melhor Gol da Rodada. Os melhores vão concorrer ao Gol Placa 13.

Participe

directions_run

GOL DO INTERNAUTA

Envie seu vídeo com o GOL mais bonito do time de futebol da pelada ou da quadra. Ele pode ser premiado!

Participe

Patrocínio

 

 

 

 

 

Apoio

Realização:

Coordenação: