Com o confronto para definir quem leva o título do Parazão, Remo quer ressugir no domingo

Quinta-Feira, 18/04/2019, 10:30:55 - Atualizado em 18/04/2019, 10:30:55

Vinícius projeta jogo perfeito para o Remo dar a volta por cima (Foto: Ricardo Amanajás)
Vinícius projeta jogo perfeito para o Remo dar a volta por cima (Foto: Ricardo Amanajás)

Nos bastidores de Clube do Remo e Independente, o que se ouve bastante essa semana, que antecede o confronto final das agremiações para a decisão do Campeonato Paraense 2019, é o estudo mútuo por parte das comissões técnicas, na tentativa de encontrar um caminho para buscar a vitória, no domingo (21), no estádio Mangueirão, nos 90 minutos finais da competição.

Mas, em análise profunda, não há o que se estudar. Leão e Galo vão para o quarto confronto no certame, sendo os resultados anteriores com um empate e uma vitória para cada lado. Em comum, a definição do placar nos encontros passados contou mais com erro próprio do que méritos do rival. Desse modo, é mais aconselhável ajustar o próprio quintal. E no caso dos remistas, reparar as limitações para o confronto seria como uma verdadeira ressurreição, coincidentemente na data mais alusiva ao renascimento do ano, que é o Domingo de Páscoa.

Embora finalista e com chances de se sagrar campeão, o Remo titubeou ao longo de toda a competição. Até mesmo nas partidas em que se sagrou vencedor não convenceu nos gramados. Assim, caso supere a vantagem do Independente e, consequentemente, vença o duelo particular nesta temporada frente aos tucuruienses, a equipe azulina poderá ressurgir após uma semana inteira de desconfiança e “subir aos céus” com o Fenômeno Azul, nem que seja momentaneamente, já que a remissão dos seus pecados apresentados no Parazão será difícil de engolir.

DETALHES

Apesar de já saberem o estilo de jogo um do outro, bem como os pontos fracos e fortes, a equipe comandada por Márcio Fernandes ainda crê que pode surpreender na decisão, especialmente se o gramado estiver em condição favorável para o fluxo do bom futebol.

Para o goleiro Vinícius, esse é o momento perfeito para a equipe, no domingo, adentrar no hall dos campeões da agremiação. “É o jogo que a gente buscou desde o começo da temporada. Nos preparamos todos os dias para isso, brigar por título. É hora daquele algo a mais, de colocar tudo em campo para fazer a partida que ainda não fizemos e vencer para sair com esse título que tanto queremos”, destacou.

LEÃO X GALO

ESTATÍSTICAS 2019

- Jogos: 3 - uma vitória para cada lado e um empate

- Gols: 7 - 5 em favor do Remo e 2 em favor do Galo

- Vitória: Remo 4 x 0 Independente - Independente 1 x 0 Remo

- Empate: Remo 1 x 1 Independente

- Retrospecto

Primeiro turno: O Remo aproveitou a expulsão de Wellington Cabeça, do Galo, para tomar conta do meio-campo e sair jogando e meter um sacode de 4 a 0 no rival.

Segundo turno: Novamente, o Remo aproveitou bobeira do rival, desta vez em saída de bola errada que resultou com gol de Mário Sergio. Mas, o Galo foi superior e só não venceu porque o Leão tem o melhor jogador do certame ao seu favor, Vinícius, que estava inspirado.

Final: depois de tanto erro, uma forra. O Galo contou com a lambança de Marcão para abrir o placar e administrar o jogo de ida da final para sair na vantagem em direção ao título.  

 

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira! 

Não é a chuva, é não deixar o Galo jogar

Após o jogo de domingo passado pela primeira partida da final do Estadual, que encerrou em 1 a 0 para o Independente, de forma unânime, os jogadores do Clube do Remo criticaram a situação do gramado do Mangueirão, que ficou encharcado. Os atletas apontaram falhas da equipe, tanto pelo gol contra, quanto pela falta de pulso tático para tentar, no mínimo, empatar a partida de ida. Ontem à tarde, porém, de forma tímida, o lateral-direito Geovane, pontuou outro lado do pós jogo.

“Nós deixamos eles jogarem e não podemos deixar isso acontecer. Sabemos que esse não é o time da gente. A chuva fica ruim para os dois lados, mas eles souberam aproveitar e saíram na frente do placar”, comentou.

O ala, que ao lado dos companheiros fez uma partida bem abaixo do esperado, sobretudo para uma decisão de campeonato, detalhou que para o jogo de volta, no próximo final de semana, só há uma forma para tentar reverter o prejuízo. “A gente tem que começar marcando pressão, fazer aquilo que o professor pede. A gente vai pressionar bem a saída de bola para não deixar eles jogarem”, destacou, frisando o respeito ao rival, mas avisando que dessa vez a situação será diferente. “É importante a gente saber respeitar o adversário. A gente sabe que é muito difícil, mas vamos fazer tudo para sair de lá com a vitória, que é o que importa”, ponderou.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)

gamepad

Vista a Camisa 13

Você pode vestir a camisa mais importante do esporte paraense.

Participe

thumb_up

GOL DA RODADA

Vote no melhor Gol da Rodada. Os melhores vão concorrer ao Gol Placa 13.

Participe

directions_run

GOL DO INTERNAUTA

Envie seu vídeo com o GOL mais bonito do time de futebol da pelada ou da quadra. Ele pode ser premiado!

Participe

Patrocínio

 

 

 

 

 

Apoio

 

Realização:

Coordenação: